(11) 5682 0200 | 2738 9752
Novidades Computer ID

Senhas nunca mais: analistas dizem que apps devem preferir proteção biométrica como o Touch ID

Com o lançamento do iPhone 5S, tivemos a ressurreição de uma tecnologia até então esquecida no mundo dos dispositivos móveis: a do leitor de digitais. Assim como demais ferramentas adotadas pela Apple, essa também começou a popularizar-se rapidamente no setor. E, de acordo com os estudos, a biometria promete ser o futuro em segurança e privacidade em aplicativos nos próximos anos.

De acordo com a análise do Juniper Research, ainda em 2015 os usuários de aplicativos móveis terão realizado 6 milhões de downloads de aplicações compatíveis com a biometria. Se a taxa de crescimento continuar no mesmo ritmo de hoje, espera-se que chegue a 770 milhões de downloads de apps desse gênero em 2019.

Os pesquisadores dizem que os leitores de digitais da Apple e da Samsung são apenas o começo. Especula-se que, muito em breve, teremos mais aparelhos com reconhecimento de voz, escaneamento de retina e até de rosto. Inclusive, essas última formas devem predominar, segundo alguns hackers que trabalham dando consultoria a esse mercado.

Tudo porque é muito fácil criar digitais falsas que possam burlar mecanismos como o Touch ID do iPhone. Afinal, deixamos nossas digitais por aí o tempo todo. Ademais, o próprio leitor do smartphone da Apple pode ser fonte dessas digitais. Já tivemos algumas notícias com falsificações de acesso a esse mecanismo, como os dedos replicados em silicone.

Novas tecnologias no setor, portanto, devem surgir nos próximos anos. E, se as previsões dos pesquisadores da Juniper Research estiverem corretas, teremos uma adoção em maça de aplicativos a essa ferramenta. Aos poucos, portanto, vamos deixar de decorar diversas senhas para cada serviço e aproveitarmos a segurança das inovações em biometria.



« Voltar